Ana Rosa diz como o espiritismo a ajudou após perda de filhos

08:41 Meu Livro Espírita 0 Comments

 

Recordista mundial de participação em novelas, segundo o Guinness World Records, Ana Rosa está no ar com seu 62º papel, a Zuza, de A Lei do Amor. Aos 74 anos e atualmente morando sozinha, ela não quer mais se casar, adora sua rotina com os amigos e diz que o espiritismo é fundamental em sua vida. Mãe de oito filhos – sendo quatro adotados de forma irregular – ela passou pelo drama de perder dois filhos biológicos: “Eu pensava: ‘Por que eu?’”

Você perdeu dois filhos: Maurício, de seu casamento com Dedé Santana, quando ele tinha pouco mais de um ano de idade; e Ana Luísa, aos 19 anos, de seu relacionamento com o ator Guilherme Correa...

Tirei forças não sei de onde. Fiquei revoltada quando o Maurício morreu de leucemia. Eu pensava: “Por que eu? Por que o meu filho?”. Mas nada se compara ao que passei com a morte de Ana Luísa, que foi atropelada! A sorte é que eu já era espírita há 20 anos. Isso me ajudou a passar por todo o processo do luto.


Qual a importância do espiritismo na sua vida?
É fundamental. Quando você tem consciência de que não é só isso aqui (diz pegando nos próprios braços) e que somos espíritos eternos, você passa a cuidar mais da cabeça e as coisas ficam mais bem resolvidas.

O que a faz ser uma pessoa tão forte?
Talvez a criação que recebi da família. Também porque meu temperamento nunca foi de chorar o leite derramado. Mais vale acender uma vela do que lamentar a escuridão.

Retirado do site http://cidadeverde.com
Foto: Google.com

Comente com o Facebook: